Ela, publicitária

Archive for março 2011

Quem assistiu “Super Size Me” sabe quem é Morgan Spurlok. Ele está de volta em “The Greatest Movie Ever Sold” (ou “O maior filme já vendido”), cujo tema é product placement (propagandas feitas em filmes, programas da tv, jogos…aquele que muita gente chama – errado – de “merchandising”) e a indústria de cinema dos Estados Unidos.

Spurlok corre atrás de investidores que possuam interesse em inserir suas marcas no filme, tirando sarro de Hollywood e suas produções, que possuem diversas inserções pagas de marcas e produtos (as vezes a gente nem percebe. Eles fazem um trabalho tão bem feito que você acha que só faz parte do filme. Mas vai por mim: a marca vai ficar gravada na sua memória).

Esse aqui é o trailer:

(vi aqui).

Anúncios

Há um tempo atrás, eu publiquei aqui no blog o lançamento da nova marca do grupo Boticário, a Eudora.

Pois então, a e-store já está no ar, com todos os produtos disponíveis para venda (isso veio num péssimo momento pra mim, já que sobre mês no fim do dinheiro…). O site é esse aqui www.eudora.com.br.

Além disso, a primeira loja (localizada no Morumbi Shopping) já foi inaugurada e, em breve, o Shopping Pátio Paulista também terá uma.

Espero que não demore muito pra abrir uma loja aqui no ABC…é meio ruim pra mim ir pra São Paulo, e eu to morreeeeeendo pra conhecer os produtos (ver as coisas pelo site não tem tanta graça assim…)!

De acordo com o site, eles ainda pretendem, logo logo, lançar um blog que abordará assuntos como tendências, dicas e tutoriais de maquiagens.

É, mais um copiando o conceito do Facebook…

O botão “+1” foi criado para tentar deixar as buscas no Google um pouco mais “sociais”. Ele classifica as buscas por ordem de relevância para os usuários, como se fosse uma indicação de amigo pra amigo.

O vídeo explica como o botão vai funcionar:

(vi aqui).

Falando em campanhas nonsense…

A BBDO de Toronto lançou uma nova campanha interativa pra Skittles. Mas é bem diferente de tudo o que você já viu: sem cliques, sem setinhas do teclado, webcans, twitter nem nada do tipo. A única coisa que você precisa é do seu dedo.

São 5 filmes (um mais estranho engraçado que o outro). Dê play, coloque o dedo no local que o vídeo indica e morra de rir :)

 

(vi aqui).

Sempre fui fã das vinhetas nonsense da MTV. Das promoções, propagandas…sempre feitas de uma maneira bem peculiar, com bom humor e irreverência, que são a cara do canal.

Até mesmo as campanhas que falam sobre um assunto sério (como Aids) são feitos assim. E eu acho ótimo, já que a maioria dos telespectadores da mtv são jovens, e não tem maneira melhor de chamar a atenção desse público.

Assim, a Grey, agência da Alemanha, criou pra MTV uma campanha impressa em forma de quadrinhos. Chamada de “Sex is no accident”, ela tem como objetivo conscientizar os jovens, para que eles sempre usem camisinha. Olha só:

“Sex is no accident. Always use a condom.”

(vi aqui).

A campanha para a cachaça brasileira “Magnífica” foi feita pela Agência 3. O slogan “If you gotta be strong, we gotta be strong” (“se você precisa ser forte, nós precisamos ser fortes”), junto com a arte, explica o conceito: nos momentos dífíceis, seja forte, e tome uma cachaça tão forte quanto você.

A última peça causou uma certa polêmica, por ter indícios de homofobia (eu não achei, mas tudo bem). A mais legal mesmo é a primeira, bem estilo forever alone:

A Agência 3 se defendeu das críticas recebidas pela 3ª peça (que não foi divulgada) afirmando que “a campanha sugerida foi reprovada internamente pela direção criativa da Agência3 por não se adequar à linha de comunicação do cliente, além de não seguir princípios éticos pregados tanto pela Cachaça Magnífica quanto pela agência”. Esclarece, ainda, que “a campanha sequer foi apresentada ao cliente, muito menos veiculada”.´

O anúncio, que foi divulgado no Ads of the World pela “iniciativa de terceiros” e “sem o consentimento das empresas envolvidas utilizando-se de logins e senhas pessoais”, já que a empresa sequer possui cadastro no site. Os “terceiros”, segundo a Folha, são dois criativos da agência que, diz o comunicado, “já foram advertidos pela direção da agência”.

Sinceramente? Não achei tudo isso não. Entendo que algumas pessoas podem ficar ofendidas, mas a repercurssão que a peça teve, acusando a Magnífica e a Agência 3 de homofobia…achei meio exagerado. Mas tudo bem, é só a minha opinião.

(vi aqui e aqui).

Pra quem não sabe, recentemente o Boticário passou por um rebranding, mudando o logo, as cores, a comunicação e o posicionamento, com o objetivo de fortalecer a marca entre seus consumidores. A nova identidade d’O Boticário veio com o slogan “a vida é bonita, mas pode ser linda”.

No último domingo, dia 27/03, foi lançado o primeiro comercial feito com o reposicionamento. Ele foi ao ar no intervalo do Fantástico. O filme possui 90 segundos.

Achei o vídeo bem legal, pois a história mostra a história e o crescimento da personagem, mas que também pode ser vista como a evolução da marca. O cheiro deixado na carta ainda mostra como O Boticário esteve presente na vida da personagem durante os anos que se passaram.

Vi algumas pessoas reclamarem da nova identidade, que passou a mostrar mais traços femininos. Não achei ruim. Apesar de O Boticário também vender produtos para homens, as principais consumidoras são as mulheres. E também, a maioria dos homens que eu conheço só tem perfumes/colônias/etc. porque ganharam da mãe, tia, namorada, amiga… Se acabar, ficam sem. Acho certo que a marca queira se identificar um pouco mais com quem demonstra mais interesse pelos produtos.

A criação (tanto da nova identidade quanto da propaganda) foi da ALMAPBBDO.

(vi aqui).