Ela, publicitária

Archive for maio 2012

Além da sua mãe, avó e tia, quem é que não tem preconceito com o Internet Explorer? Aquele navegador que só trava, além de ter um layout horrível…e que só serve para fazer o download de outros navegadores.

A Microsoft finalmente resolveu assumir essa situação na sua nova campanha, que tem como objetivo divulgar o novo IE 9.

Numa pega bem estilo “não tem Coca, pode ser Pepsi?” (NÃO!), a nova campanha brinca com a nossa suposta obsessão em criticar o navegador, mesmo depois de ele ter sido lançado numa nova versão, já melhorada (aham, tá bom).

Além do comercial, foi criado o tumblr The Browser You LovED to Hate que, além de possuir algumas peças da campanha, disponibiliza também “depoimentos” de pessoas que deram uma segunda chance para o browser e que, na verdade, até que gostaram da nova versão. É o caso de George – um viciado em criticar o Internet explorer que procura ajuda de uma terapeuta para superar essa obsessão. Olha só:

A função Fixar Site é uma das melhorias mencionadas pelo Tumblr (e, segundo eles, é um dos principais motivos para você voltar a usar o IE). Arrastando a guia do site para a barra de tarefas do Windows 7, você cria um tipo de mini-aplicativo e pode acessar suas páginas favoritas, como o Facebook, em um clique – além de receber notificações toda vez que tiver alguma atualização na sua rede. Outras funções que prometem acabar com o preconceito dos usuários são a rapidez, design e segurança que a versão mais recente do navegador oferece.

Será que é tudo isso mesmo? Quem tiver coragem, teste e me avisa. Eu vou continuar a usar o Chrome, estou muito bem assim rs

Brincadeiras a parte, eu achei bem legal, até (a campanha!). A Microsoft finalmente assumiu a posição de browser mais odiado, e resolveu apoiar sua nova campanha nisso. No início do post, comparei com a campanha “pode ser?” da Pepsi – acho que as duas se encontraram em um momento tão desesperador que não tiveram outra escolha se não abraçar a sua imagem de produto odiado pelos consumidores. Mas tem uma grande diferença entre as duas campanhas: a Pepsi sempre apelou pra situações mais impossíveis (como no caso do comercial da noiva largada no altar, lembram?), enquanto o IE, mesmo utilizando cenas mais fantasiosas e engraçadas, apresenta, em todas as suas peças, um final POSSÍVEL. Bem diferente dos comerciais da Pepsi, que ainda tentam te convencer de que as coisas serão maravilhosas se você tomar Pepsi. A única coisa que o IE mostra é que mudanças acontecem de maneiras diferentes. Achei bem legal.

O Imaginaria é um aplicativo bem legal, que permite você a dar check-in em lugares que só existem na imaginação.

Criado pela Livraria da Vila, o Imaginaria permite que você compartilhe tudo nas redes sociais e, além disso, a sua participação no app pode ser convertido em descontos para comprar nas lojas físicas da livraria.

O download você faz gratuitamente na App Store. A criação é da JWT.

Todo mundo sabe muito bem que publicitários não são pessoas normais. Modismos, tendências de todas as áreas, moda, tecnologia, música…tudo isso faz parte do universo de comunicação. Para um publicitário, encontrar músicas novas no Spotify, buscar referências de algumas coisas no Pinterest, administrar fanpages e sair por aí criticando outras propagandas são coisas extremamente normais.

Até que um dia você sai com a galere e descobre que alguns deles mal sabem o que é twitter, não entendem a diferença entre página e perfil no Facebook, acham comic sans a coisa mais linda do mundo e que, pior ainda, acham as suas músicas horríveis – querem mais é ficar ouvindo “Eu quero tchu…eu quero tcha…” – e ainda te olham torto se você critica o layout do cardápio do restaurante.

É, publicitário sofre.

E quantas vezes você já não se pegou pensando em como essas pessoas por aí são estranhas?

A agência Heat lançou um infográfico para mostrar que não é bem assim: os estranhos somos nós (mas isso a gente já desconfiava).

A Estrela, que está para completar 75 anos, lançou o Banco Imobiliário Geo – uma versão de um de seus mais jogos de tabuleiro mais famosos para smartphones e tablets. Mas essa nem é a parte mais legal: o jogo é integrado com a maior rede social de geolocalização do mundo, o Foursquare.

O Banco Itaú é responsável por patrocinar o Banco Imobiliário Geo – é o banco oficial do jogo. Ou seja, na hora de comprar ou vender seus imóveis, por exemplo, o jogo simula um acesso online ao banco, como se fosse uma transação de verdade. Legal, né?

O jogador começa com 3000 em dinheiro, que é depositado em uma conta fictícia no banco. Todas as compras, alugueis e etc são feitas através do check in no Foursquare (você só pode comprar um imóvel se tiver uma conta lá). Caso este imóvel já tenha dono, você pode fazer uma oferta para comprá-lo, e o dono terá 3 dias para responder. Se ele não responder, o imóvel passa a pertencer a quem fez a maior oferta. Quanto mais check-ins o imóvel ou local receber, mais valorizado ele será.

Lembram da carta “Sorte ou Revés”? É, ela ainda existe. Você pode receber uma delas fazendo check-in nos locais, mesmo que não tenha intenção de comprá-lo.

A única coisa ruim sobre o jogo é que, por enquanto, ele só está disponível para IPhone – mas promete disponibilidade para Android até julho.

A criação do aplicativo é da DM9DDB (nenhuma surpresa aí…a DM9 têm sido responsável por boa parte das ações inovadoras esse ano).

Patricia Póvoa criou uma série de ilustrações minimalistas com cabelos e penteados que acabaram virando a “marca registrada” de seus donos.
São cortes e penteados que deveriam ter Copyright.

E aí, conseguem lembrar de mais algum?

Curtiu esse post? Então acompanhe também a página do Ela, Publicitária no Facebook ;)

Essa é, com certeza, uma das ações mais legais que eu vi nos últimos tempos.

A Ogilvy criou para a Hellmann’s uma ação interativa muito foda: você faz suas compras normalmente e, se tiver uma Hellmann’s no meio, o software do caixa combina a maionese com alguns dos outros ingredientes do seu carrinho e imprime uma receita no próprio cupom fiscal.

Pra quem ficou curioso e quiser ver isso pessoalmente, a ação está rolando em toda a rede de supermercados Marchê, pelos próximos 3 meses.

Coffee?

Posted on: 17/05/2012

Uma coisa é certa: quem trabalha na área de comunicação não fica acordado sem café. Afinal, que publicitário não vê o café como elixir da vida? Quem é que consegue sequer pensar em falar “bom dia” antes de tomar a primeira xícara?

É um vício. Quentinho e delicioso.

Separei alguns posters que falam sobre essa maravilha.